O Programa Mastery unindo os câmpus

O Programa Mastery unindo os câmpus
Ryan Sawtell



Durante o último mês de aulas, os estudantes da Upper Division dedicam-se aos projetos do programa acadêmico chamado Fifth Term.

No semestre passado, alunos da Avenues São Paulo se juntaram aos colegas da Avenues New York e se inscreveram para as disciplinas eletivas do Fifth Term. Estas disciplinas trazem um estudo aprofundado em tópicos variados, nos quais puderam produzir, por exemplo, um programa de notícias, desenvolver jogos de tabuleiro, investigar as conexões entre Artes e Ciências, estudar o futurismo como ferramenta para prever a evolução humana, ou escrever, criar e mixar músicas originais.

Outros estudantes escolheram o programa de Mastery como eletiva de Fifth Term, eles tiveram como base os interesses pessoais, a vontade de desenvolver determinadas habilidades e a motivação de investigar uma área específica. Como opção de eletiva de Fifth Term, os estudantes da Upper Division têm a oportunidade de vivenciar uma experiência de aprendizagem personalizada, na qual são situados em Mastery Houses, com estudantes que têm os mesmos interesses, ​​para colaborar e desenvolver seus projetos de forma independente. Este espaço alimenta a curiosidade, expande o conhecimento e desenvolve uma habilidade genuína relacionada àquela área de interesse. A experiência do Fifth Term em Mastery culmina com uma apresentação para a comunidade da Avenues, em que os estudantes demonstram seus processos que os levaram à realização dos objetivos.

Os estudantes Rachel, Felipe, Chiara e Rafael – da Avenues São Paulo – fizeram suas inscrições para o programa de Mastery da Avenues New York e tornaram-se os precursores de toda a experiência que os estudantes de São Paulo terão nos próximos anos. Os projetos apresentados são verdadeiros registros de como o programa de Mastery permite que os interesses pessoais inspirem experiências de aprendizagem profundas e significativas.

Rachel dedicou-se a uma investigação sobre o ódio e as emoções por meio das lentes da psicanálise, sociologia e neurologia. Na sequência, ela trouxe os seus conhecimentos artísticos para a pesquisa, e projetou e organizou uma exposição que revelava suas descobertas por meio de poesias e fotografias originais. O trabalho colaborativo de Rachel com Inês Moura, professora de Artes e Design, é um exemplo do relacionamento que os estudantes de Mastery constroem com seus mentores para refinar ideias e trabalhos finais.

Felipe utilizou-se do iLab para fabricar modelos 3D de edifícios da cidade de Nova Iorque, seu projeto estava vinculado ao currículo do Early Learning Center (ELC) da Avenues Nova York. À medida que os estudantes do ELC aprendiam e projetavam seus próprios arranha-céus em papel, Felipe usou os desenhos para imprimir modelos tridimensionais na impressora 3D.

Chiara dedicou-se ao desenvolvimento de possibilidades de expansão da empatia em relação às crianças diagnosticadas com a Síndrome de Asperger. Para ampliar a conscientização de forma mais eficaz, Chiara gravou e editou um curta-metragem da perspectiva de uma criança com Asperger. Ela teve a ajuda de Cristina Oliveira, professora de Wellness and Movement. Este projeto mostrou como as técnicas audiovisuais podem destacar o tom e o objetivo de uma imagem em movimento.

O interesse de Rafael pela política o estimulou a formular hipóteses sobre como poderiam ser os resultados das próximas eleições presidenciais do Brasil se elas ocorressem nos Estados Unidos. Para isto, ele analisou diversas zonas eleitorais americanas e analisou como estes dados poderiam se conectar aos candidatos brasileiros e ao atual clima político.

Os quatro projetos de Mastery destes estudantes foram apresentados para professores e alunos e mostraram a compreensão profunda de um tópico relacionado aos seus interesses pessoais. Esta experiência já traz para o câmpus de São Paulo um exemplo do excelente trabalho de nossos estudantes, tanto no curso eletivo de Mastery como no Fifth Term. O tempo, o espaço e a flexibilidade permitem que nossos estudantes explorem seus interesses, junto a mentores e especialistas locais, e ampliem a definição de educação na Avenues São Paulo.

 


 

LEIA MAIS



APRENDIZAGEM

Um Dia no Nursery e Pre-K
Daniela Pannuti, Associate Division Head

As bases filosóficas da Educação Infantil na Avenues estão alinhadas ao respeito à singularidade da criança como um indivíduo. Levando essa abordagem em consideração, proporcionamos um ambiente rico em estímulos, para que cada criança possa crescer em sua compreensão linguística e no trabalhar e brincar com os outros.

COMMUNITY

Conheça Sylvia Guimarães
Avenues São Paulo Creative Team

Sylvia Guimarães ingressa na Avenues São Paulo como Director of Community Engagement. Sylvia possui profunda experiência em educação popular e comunitária, gestão de organizações cívicas, desenvolvimento de projetos e políticas sociais, especialmente na área de leitura.